domingo, 22 de abril de 2012

O Paralítico de Betesda.

O Paralítico de Betesda

Paz e graça a todos em nome de Jesus!

Hoje quero compartilhar com você caro (a) leitor (a), mais uma maravilhosa mensagem de Deus para nossa edificação. Convido você a meditar sobre o Paralitico de Betesda. Boa leitura!

"E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são?" João 5:6.


Jesus e o Paralítico de Betésda

A Bíblia nos revela que em Jerusalém próximo a porta das ovelhas havia uma fonte - tanque chamado "Tanque de Betesda" que em hebraico significa CASA DE MISERICÓRDIA. Sobre aquele tanque também existia quatro alpendres onde jazia uma multidão de enfermos. Para ali eram levados coxos, paralíticos, cegos e muitos outros enfermos. Essa multidão era conduzida ao tanque porque entre os judeus havia uma "superstição" que dizia que em algum momento "um anjo" descia do céu e movia as águas do tanque e o primeiro que ali descesse era curado de toda e qualquer enfermidade. "Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse". João 5:4.
O texto narrado por João nos mostra a difícil batalha de um paralítico que há 38 anos esperava um milagre, "...havia trinta e oito anos, e se achava enfermo." Jo 5:5. 
Aquele homem estava ali há 38 anos esperando o mover das aguas para poder entrar e ser curado. Fico imaginando 38 anos de espera naquela situação deplorável, sem poder andar e totalmente dependente de alguém que o ajudasse, aquele paralítico era excluído da sociedade e certamente sentiu na pele a dor e a humilhação de ser abandonado à própria sorte até mesmo por seus familiares. O paralitico de Betesda também sofreu preconceito e descriminação por sua situação biologicamente miserável e por ser pobre, no entanto, mesmo nessa situação sempre manteve a confiança que um dia realizaria o seu sonho e seria curado daquela paralisia que o cativava.  Durante esses 38 anos aquele homem sempre confiou que Deus enviaria o “anjo” e que chegaria o dia de sua cura, as adversidades que o paralitico enfrentava não foram capaz de fazê-lo desistir, visto que continuamente ele esperou pelo milagre. Louvado seja Deus!
O texto dá a entender que aquele homem nunca se apartou daquele tanque e de seu sonho, porém quando movida as águas outros enfermos passava em sua frente e entravam nas águas para serem curados, talvez nessas ocasiões o seu sofrimento aumentasse ainda mais, devido à frustração de não ter alguém que o ajudasse a entrar nas águas de Betesda, quem sabe seus familiares e parentes não acreditavam nessa possibilidade e certamente não ficariam o tempo todo com ele naquele tanque. Possivelmente o descaso com que era tratado tenha provocado em algum momento maior dor em seu coração solitário. Afinal, depois de tantos anos de espera, eu acredito que aquela paralisia já não afetava apenas a vida física daquele homem, mas também a psicológica, pois já havia 13.870 dias naquela situação.

Amado amigo e irmão, querida amiga e irmã, talvez você esteja esperando de igual modo um milagre, uma bênção, a cura para uma enfermidade, a solução de um grande problema em sua vida ou quem sabe em sua família, certamente você já pediu a Deus e tem ido á igreja em busca do milagre, mas, até agora não recebeu ou não viu solução. Não sei qual tem sido sua "paralisia", seu problema ou dificuldade, mas, tenho absoluta certeza que nada está perdido, acredite! Talvez você também se sinta sozinho (a) e solitário (a) em meio à multidão que te cerca e por isso acredita que o Senhor Deus te esqueceu, ou não se importa com você. Não pense assim! Deus te ama muito e se importa com você. 
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". João 3:16.

Acontece que na maioria das vezes as pessoas esperam o milagre ou serem curados (a) pelo Pastor, pelo Padre ou pelo Bispo, e/ou até mesmo pelo seu "santinho". Há alguns anos conheci um jovem casal que esperavam a cura e as respostas de suas orações ao “anjo”, e nesse caso o dito “anjo” não era um mensageiro da parte de Deus, mas, o destino final de suas orações o que é um absurdo, e não tenho dúvidas que assim como aquele casal muitos ainda hoje esperam o mover do “anjo”, e até fazem suas orações ao anjo.
E nessa espera milhares de pessoas que assim como o paralítico de Betesda passam anos dentro de determinadas igrejas e não consegue absolutamente nada, chegam enfermos e continuam enfermos, são pessoas infelizes e que não conseguem perdoar e consequentemente suas vidas não mudam, não encontram a felicidade, nem a alegria da salvação, mesmo a beira do "tanque - igreja" não são abençoados pelo absurdo de esperar o anjo e não o Deus que envia o anjo. Jamais devemos esquecer que o anjo e os líderes eclesiásticos são apenas mensageiros e não podem curar ninguém, nem mesmo operaram milagres ou respondem orações. Quem opera o milagre, cura os enfermos e responde suas orações é o Senhor Deus. Que o SENHOR Deus nos guarde em nome de Jesus!
"Porque o coração deste povo está endurecido, E ouviram de mau grado com seus ouvidos, E fecharam seus olhos; Para que não vejam com os olhos, E ouçam com os ouvidos, E compreendam com o coração, E se convertam, E eu os cure." Mateus 13:15.
"Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído;" (Isaías 29:13.
Quem opera a cura, a mudança em nossas vidas ou o milagre não é a sua confiança em "um título de igreja", nem mesmo em um Padre ou Pastor, não! Não é pelo simples fato de está dentro de um templo que o milagre vai acontecer, não! A sua confiança tem que ser em JESUS CRISTO! Você tem que confiar em Deus, obedece-lo e esperar Nele apenas.
"E aquele homem foi, e anunciou aos judeus que Jesus era o que o curara." João 5:15

Conheço um rapaz deficiente, que há alguns anos deixou de visitar nossa igreja porque temia perder uma aposentadoria do governo, ele preferiu continuar com o mal, a receber a bênção divina. Na verdade certa vez ele chegou a expressar o "medo" de poder ser curado e consequentemente perder o benefício do governo. Que absurdo! Mas, aquela péssima atitude daquele irmão me fez pensar e ver que dezenas de pessoas estão dentro das igrejas ou fazem parte de determinados seguimentos cristãos e não almejam em suas vidas uma verdadeira mudança por temerem as  possíveis consequências exigidas pelas mudanças ou medo de assumir a responsabilidade pela suas vidas. Na maioria das vezes acabam se conformando com a situação, vivendo uma vida rotineira e tentando tirar proveito da situação miserável em que se encontra para sobreviver esmolando, e quando digo “esmolando” não me refiro a pedir esmola na porta do mercado ou no sinal de transito, mas, viver uma vida amarrada, sem saúde, infeliz e economicamente trabalha, trabalha e nunca tem nada. Experimente abrir o coração para Jesus.
Mas, amados (a) em Cristo, observe que ele estava á beira do tanque e confiante que seria curado, até porque se não confiasse não estaria ali, não faria sentido. Tenho certeza que aquele pobre homem passou a orar ao SENHOR Deus que solucionasse seu problema que já não era apenas a paralisia, mais também a concorrência. Até que graças a Deus chegou o dia tão esperado daquele paralitico. Jesus resolveu fazer uma visita àquele lugar e quando viu aquele homem deitado, contemplou todo sofrimento, toda humilhação e todas as suas súplicas. Olhando para ele Jesus perguntou: QUERES FICAR SÃO? Aleluia!
O homem estava tão confiante que ia ser curado no tanque de Betesda através do movimento das aguas pelo anjo, que nem imaginava que Jesus "A fonte eterna" estava ali em sua frente, na verdade o drama físico e psicológico que aquele homem viveu durante 38 anos não lhe permitiu ver que Aquele que lhe falava era Jesus, e como resposta a pergunta de Jesus, o paralítico começou a explicar que não tinha ninguém que o ajudasse, que outro enfermo descia em sua frente quando a água era agitada e assim estava ali 38 anos naquela situação.
"O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim."João 5:7
Quem sabe meu amigo ou minha amiga, você ainda continua esperando a cura vir do pastor ou do padre, talvez você ainda continua esperando a resposta do “santo” a ou b, e por isso não foi curado e nada mudou em sua vida. Olhe para Jesus hoje, Ele está querendo te ajudar hoje mesmo, pare de olhar para o tanque, para a igreja, pare de esperar o anjo, pare de esperar do pastor ou do padre e venha ao encontro de Jesus.  

O que passava na cabeça daquele homem ao ver outros sendo curados? O que passa em sua cabeça ao ver que outros são curados e você não? O que passa em sua cabeça ao perceber que os outros são abençoados e você não? A culpa é de Deus? Tenho certeza que não!

Talvez muitos enfermos tenha sidos curados ali em Betesda através do mover do anjo que movia a água do tanque, mas para aquele homem paralítico a bênção foi ainda maior, os 38 anos de espera foi recompensados pela maravilhosa presença e privilégio de ser curado por Jesus Cristo pessoalmente. Aleluias! Não foi um anjo que trouxe a bênção, não foi através do movimento das águas que ele alcançou a cura, mas através do toque das mãos de Jesus. Louvado seja Deus!
Não pense que Deus te esqueceu! Quem sabe você está esperando um "anjo" e por isso ainda não recebeu, busque a sua benção o seu milagre em Jesus porque assim como aquele homem, a sua bênção será entregue pessoalmente, pelo próprio Jesus. Glória Deus.
"Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti." Isaías 49:15.

Que Deus em Cristo vos abençoe sempre e para sempre.
Continuem na graça que é melhor que a vida.


No amor de Cristo,

Cláudio Martucelli

 Plágio é crime! Não copie sem autorização.

Postar um comentário